Debate que bate que já bateu

Opa! Todo mundo ligado na Rio+20, a grande conferência do ecologicamente correto. Acho que o resultado formal disso tudo será bem pequeno, mas o que ele mexe na consciência das pessoas é positivo. Por isso, apoio!

Contudo, o evento está fodendo com a vida do cidadão. Tudo parecia definido: a encrenca será quarta, quinta e sexta; segunda e terça seriam dias normais. Mentira! Hoje pela manhã a prefeitura já fez um monte de merda e deixou um uma galera a desperdiçar horas de suas vidas num trânsito dos infernos.

Mas isso não foi o pior. O ruim mesmo são as manifestações. Essas são do c*ralho. Neguinho reivindica qualquer coisa e depois chama meia dúzia pra fechar as avenidas do centro da cidade. Sensacional.

Nem vou falar muito sobre a dos silvícolas. Os sujeitos me aparecem pintados pra guerra e apontando lanças e flechas pro pessoal na rua. Isso em pleno século 21. Depois ainda tem gente que diz que o índio sabe viver em harmonia… Deixa pra lá.

O legal mesmo foi a manifestação das cachorras. Um grupo de mulheres sem camisa subiram a Rio Branco sem saber ao certo o que pleiteavam. Ouvi falar que algumas simplesmente queriam o direito de tirar a camisa, como fazem os homens, quando sentem calor. Nisso, estou de acordo!

Outras, pra não variar, pediam direitos iguais para as mulheres. Com essas eu gostaria muito de me encontrar e perguntar QUAL direito elas não têm em relação a eles. Quem tinha que estar na rua reivindicando isso sou eu! Tenho que trabalhar mais tempo pra me aposentar, a licença paternidade é uma piada, não existe lei Mário da Penha pra me proteger, etc. Alguém saberia me responder essa?

As Abortaradas

E deixei o pior pro final. É um grupo que vou chamar a partir de agora de “As Abortaradas”. Mulheres que saem as ruas exigindo o direito abortar. Escrito no corpo da moçoila do meio está “O CORPO É MEU”. Então vou me dirigir a ela usando o mesmo argumento que escrevi num outro post:

Minha amiga, o corpo é seu, sim! Todo seu. Inclusive para exibir esse sovaco cabeludo! Até para engravidar está liberado. E olha que não faltam métodos contraceptivos gratuitos e bem divulgados. Acontece que, feita a concepção, o que vai em sua barriga NÃO é seu corpo, mas o de outra pessoa que tem os mesmos direitos que você. Afinal, o feto nada mais é do que um bebezinho fofinho alguns meses mais jovem. Em outras palavras, abortar uma gravidez e abandonar um neném para morrer numa lata de lixo é a mesma coisa, colega. No segundo caso, a mãe só tem mais paciência e aguarda o nascimento.

Acho que você deveria deixar de hipocrisia e assumir logo que quer transar, trepar, fazer sexo pra depois mandar a conta da sua inconsequência pro estado. Por isso o título de Abortarada é seu.

Agora outra questão

Por anos a igreja vem apanhando por causa de seu posicionamento contra a camisinha. O pessoal de vista turva mandou, sem trocadilhos, a igreja pra cruz sem antes escutar o que os religiosos realmente pregam.

Agora me aparecem essas meninas fechando a Rio Branco para terem o direito de… transar sem camisinha! Não é legal? Se pensam em interromper gravidez é porque não estão a fim de “chupar bala com papel”. Foda!

Alguém dá um pulo na Rio Branco pra avisar essa turma que zilhões são gastos com a divulgação e distribuição de preservativos. E é pra usar mesmo! Nada de ficar fazendo bolas. Aproveita e avisa também que outra boa idéia seria pensar um pouco mais antes de abrir as pernas. Mas essa acho que não vão gostar.

7 Respostas to “Debate que bate que já bateu”

  1. Rocco Says:

    Assino embaixo!

  2. Rocco Says:

    Único porém… O “apoio” a Rio + 20.
    Da minha parte, estou cagando água amarela com pedacinhos daquela penugem podre que sobra da diarréia.
    Quero que a porra do planeta se foda com uma piroca gigante e veiuda!
    Foda-se o meio ambiente e todos os envolvidos com essa pilantragem do caralho!
    Só faltava essa merda nesta cidade fedorenta! Um evento reunindo um bando de puta, índio drogados e viado pra caralho…
    Infelicidade viver nesta cidade… Putaqueopareo… Azar do carayo!
    Estou torcendo por mortes durante o evento. Muitas mortes!

  3. Rocco Says:

    Apenas para concluir o meu raciocínio… Gostaria de pisar na cabeça de todos os participantes até a cabeça se desfazer em miolos e sangue. Depois cuspir um escarro verdelento em cima, para ver se contaminava com um vírus.
    Aliás, pq ninguém pensou na porra de um atentado biológico durante esta merda? Respondo eu: Porque nem os terrorista ligam para esta MERDA!!!!

  4. Hoje todo mundo se acha no direito de protestar contra qualquer coisa, mesmo pelas coisas mais imbecis. E é por essa banalização que ninguém mais dá a mínima pra protestos de qualquer tipo.

    Não tenho nada contra protestos (desde que não prejudiquem minha vida), mas tenho contra a falta de coerência. Ouvi no rádio outro dia que haveria um protesto a favor do direito do parto em casa, feito pela Associação das Mulheres pelo Parto em Casa (ou uma merda dessas). Elas lutam pelo direito de poderem parir em casa, sendo que a legislação brasileira diz que parto tem que ser em hospital. Pois bem, eu dou minha face à tapa se logo logo esta mesma associação (talvez com outro nome) não estará protestando por melhores condições para as parturientes nos hospitais. É só a primeira mulher ou bebê morrer fazendo parto em casa, por complicações que seriam facilmente tratadas em um hospital. Se não pode parto em casa, a culpa é do governo, se não pode, também é.

    Nessa mesma linha temos índios que querem direitos de selvícola, mas não querem viver como selvícolas; negros que querem igualdade, mas mesmo iguais querem vantagens e cotas apenas pelo fato de serem negros; mulheres que querem receber litros e mais litros de esperma livremente em seus ventres, mas não querem ter nem conhecimento das possíveis consequencias; ambientalistas que não abdicam de ter energia elétrica em casa, mas não querem que se faça hidelétricas, e por aí vai. Todo mundo quer apenas bônus, sem ônus, como criancinhas mimadas. Aliás, acho que isso resume o problema: a sociedade é feita de criancinhas mimadas, cujos pais (por pais podemos entender o governo, as grandes empresas, a sociedade ou o “sistema”) tem que fazer tudo pra agradar, senão elas choram e fazem birra.

    Descanse em paz, coerência. Sentiremos sua falta. E você será vingada!

  5. Acho que o ódio ao Rio +20 é compartilhado por todos aqui. Lindas palavras, Rocco, quanta criatividade. Quase me caguei de rir.

    Hoje cedo eu estava indo trabalhar usando o metrô quando na estação Estácio o vagão onde eu estava foi invadido por uma porrada de índios. Juro que demorei pra entender do que se tratava e pensei “ih caralho, carnaval fora de época”, mas com um olhar mais cuidadoso percebi que os enfeites eram escrotos, feitos de uma palha seca e não penas coloridas, e que os índios tinham uma pinta escrota, a índia era uma gordona escrota com cabelos escorridos e todos pareciam mendigos. CARALHO! Eram índios de verdade! Achei também que estavam com facas, mas não consegui ver direito. Usavam tatuagens escrotíssimas de mal feitas (e por isso genuinamente indígenas) e shorts da década de oitenta (bem ao estilo dos documentários da TVE).

    Entraram numa falação, cheios de trouxas e mochilas, fazendo algazarra e incomodando todo mundo. Nessa hora, sempre tem um abestado que pede pra tirar foto (pensei que eles fossem cobrar) e aí, numa organização alemã, ficaram todos com pinta de índio zangado pra sair que nem índio mesmo…

    Eram uns 8 ou 9 e eu já havia me acostumado pensando que esta merda de Rio +20 não passa de um ajuntamento de desocupados e que não vai dar em porra nenhuma quando subitamente fui interrompido pelas notas nojentamente agudas de um alto-falante de celular, que pra completar a nojeira tocava… FUNK! Pera lá, gente! Eu pego o Saens Peña, não é o Pavuna não porra! Quem tá tocando essa merda?

    Era um índio negão.

    Ah, tão rindo? Tinha um feladaputa de um índio negão usando um Rayban – tava os cornos do Carlinhos Brown – ouvindo funk no celular. Acabou-se aquela coisa de documentário, virou só escrotidão mesmo.

    Ainda bem que esta PORRA acaba logo…

  6. O Darth e o Zão massacraram a Rio+20!…

    Litros de esperma e índio crioulo é foda… rsrsrs…

    Que se fodam!

    Amanhã vou penar para chegar em casa por conta desses filhos da puta!

    Se der, atropelo um…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: