Tomando fumo – A defensoria do diabo

Pela manhã ao ir pro trabalho observei num outdoor a seguinte mensagem: a indústria do tabaco precisa de limite. Algo parecido com a imagem ao lado.

Tomado por uma certa compaixão pelos fumantes, lembrei que no início dos anos 90 tínhamos:

Propagandas espetaculares de cigarro, dos quais se destacavam o vaqueiro da Malboro, os esportistas do Hollywood e o sujeito chique de paletó ouvindo jazz enquanto fumava seu Free;
Personagens de grandes artistas em novelas fumando pra dedéu;
Uma boa campanha anti-fumo ministrada nas escolas;
Alas de fumantes em bares, restaurantes e em até aviões;
As embalagens eram elegantes;
A tributação sobre o tabaco já era sinistra;
Uma discreta campanha governamental antitabagismo.

Passados uns 20 anos, agora temos:

Propagandas proibidas
Ninguém mais fuma nas novelas. Nem o cachorro vira-latas do vilão;
A campanha anti-fumo nas escolas continua;
Uma absurda proibição de fumar em bares e restaurantes. Em aviões também, mas com razão;
As embalagens exibem fotografias de brochadas e outras nojeiras, além de uma série de advertências impressas;
A tributação está mais sinistra ainda;
Uma puta campanha governamental antitabagismo;

Algumas perguntas não querem calar. Será que ainda tem alguém que não sabe que fumar faz mal? No que me parece, já estamos conscientizados o bastante. Fuma quem quer. Então onde mais se pode limitar a indústria do tabaco?

Acho que o brasileiro gasta muito tempo se protegendo de si mesmo.

PS: Antes que me confundam com aquele cara do filme Obrigado por Fumar (2005), saibam que nunca botei um cigarro na boca e acho que eles fedem.

Anúncios

2 Respostas to “Tomando fumo – A defensoria do diabo”

  1. Ananke Says:

    Também não gosto de cigarro, mas deu saudade das citadas propagandas espetaculares esportivas e suas trilhas sonoras contagiantes ( tipo ” The final countdown” ) e do Malboro ( que depois vieram injustamente dizer que morreu de câncer…)

  2. Rocco Says:

    “Obrigado por Fumar” é excelente!!!! Uma ode a Liberdade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: