O histórico e o efêmero

 

Um grande incêndio atingiu ontem o Palácio Universitário da UFRJ, no Campus da Praia Vermelha.  Trata-se de  uma construção tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional.    O prédio outrora abrigou  um hospício onde nosso valoroso Lima Barreto esteve internado ( Hospício Pedro II, depois chamado de Hospício Nacional dos Alienados). Hoje lá funcionam alguns cursos da universidade. 

Em mil novecentos e não vem ao caso, tive a oportunidade de assistir uma peça itinerante que percorria  diferentes espaços do prédio ontem incendiado. Chamava-se  O Cemitério dos Vivos,  baseada numa espécie de diário dos tempos que Lima passou internado no então hospício. Também já estive uma vez  na Capela São Pedro de Alcântara, ontem destruída pelo incêndio.

Então vi  ( com estes olhos que a terra não há de comer porque sou imortal ) que se trata de um belo prédio, com partes bastante delicadas ( como na Capela), ricamente trabalhadas, com técnicas antigas de construção. Enfim, trata-se de História. Realmente uma perda. Gostaria de saber se a UFRJ vai receber socorro tão prontamente quanto ouvi dizer receberam algumas escolas de samba destruídas também por um incêndio…

Anúncios

8 Respostas to “O histórico e o efêmero”

  1. PHYODA Says:

    Também via a peça… uma das mais marcantes de toda minha vida! O prédio era finamente visitado por luzes, sombras e músicas que faziam dos espaços suntuosos uma apoteose à obra treatral e dos espaços obscuros um convite a refletir-se na própria loucura por que passaram os personagens de ontem e de hoje.
    Também estudei ali, naquele campus e passeava felizmente por aqueles corredores que iam desde a escola de comunicação na saída até a de economia, já perto do DCE, lá no fundo do campus. É uma obra prima mesmo!!!
    Mas, o efemero fogo que na verdade é mais antigo que o prédio e que de algum modo fez parte de sua construção toma o lugar de instrumento do tempo que cabe aos esforços humanos, reforçarem o valor dos esforços humanos em cuidar de nossos patrimônios. Traduzindo: eu tu eles devemos nos mobilizar para ajudar a UFRJ. O que faremos??

  2. Pra quê a preocupação? O mundo vai acabar em 2012…

    • Ananke Says:

      Ué? E a gente vai se ocupar do que daqui pra lá? A gente precisa de um sentido pra viver no ocaso deste mundo, Zão. Não é o seu caso, eu sei, afinal, estás esperando um rebento que vai ocupar todas as horas do dia e trocar as horas do dia pela noite, conforme reza a tradição ( não deve ser diferente com bebê troll…)

  3. De Adamich Says:

    O problema não é acabar, é como vai acabar !!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: