Archive for the Mulheres Category

Therapy?

Posted in Ciência, Curiosidades, Mulheres with tags on 07/03/2011 by Rocco

Que tal experimentar uma terapia heterodoxa?…

Sucesso nos EUA, deve ser coisa boa…

Clicar AQUI.

P.S.: Aguardo posicionamento da Ananke sobre esta profissional.

Nelly

Posted in Arte, Música, Mulheres with tags , on 04/03/2011 by Rocco

Acredito que a maioria aqui já conheça a cantora NELLY FURTADO, meio portuga, meio canadense.

Ela já havia chamado a atenção com o sucesso SAY IT RIGHT, mas quando a vi no show da Ivete no Madson Square Garden com um modelito tipo “arrastão” no corpo todo e com uma bunda gigante e deliciosa… Gamei!

Ela é a típica falsa magra. Parece normal e tem aqueles quadris excelente para a reprodução (poderia parir dois simultaneamente…).

Assistam a mocinha AQUI.

Dilíça!

Sandy, a Devassa…

Posted in Bizarro, Curiosidades, Humor, Mulheres, Sexo with tags , , , , , , on 02/03/2011 by Darth Pinto

Notável jogada de Marketing! Todos estão comentando, nem que seja pra detonar, afinal a Sandy sempre foi “a boa mocinha avessa a essa coisa suja que é o sexo”!  Funcionou porque todos lembram qual é a cerveja que a Sandy está anunciando. Parabéns aos caras que tiveram esta idéia fantástica…

A N I M A I S

Posted in Bizarro, Homens, Inclassificável..., Mulheres, Notícias with tags , , on 23/02/2011 by Rocco

P.S.: E tem gente que acredita que o Brasil tem jeito…

Ô mô Pai…

Posted in Arte, Mulheres, Sexo with tags , , , , , , , on 23/02/2011 by Darth Pinto

Coisa linda de meDeus!

Kara Fleege

Posted in Eventos, Mulheres, Notícias with tags , , on 22/02/2011 by Darth Pinto

Sim, sim… Esta é a Mrs. Broken Arrow International 2011!!!
Nós ficamos muito honrados, nem sabíamos que éramos tão queridos! Além disso ela é um espetáculo! Pena que já é casada…

Congratz! We hope you win Mrs. Oklahoma International 2011!!!

http://www.karafleege.com/

Desde cedo

Posted in Cultura, Curiosidades, Homens, Humor, Mulheres, Sem categoria with tags , , on 07/02/2011 by Ananke

Um tributo às primeiras lições de “ataque” e “esquiva”  da nossa infância…


VIP

Posted in Arte, Mulheres with tags , on 03/02/2011 by Rocco

Para admirar…


S&M

Posted in Música, Mulheres with tags , on 03/02/2011 by Rocco

Proibido em vários países e com exigência de senha para visualização no YOU TUBE, o clipe de S&M da cantora Rihanna é mais inocente que um desenho do pernalonga…

É o mundo que está mais inocente ou somos nós que estamos doentes?…

Mas uma coisa é certa, a moça é talentosa…

Heroínas

Posted in Arte, Cinema, Mulheres, TV with tags , , , on 18/01/2011 by Rocco

Acabei de assistir o filme KICK ASS (USA, 2010). O filme conta com uma heroína bastante jovem – foto; mas extremamente eficiente…

Tentei lembrar de outros filmes com heroínas e só recordo fracassos de bilheteria (Mulher-Gato, Electra, etc.)…

Na TV se dá o mesmo. Observem a insistência com que o canal Warner tenta nos entubar NIKITA ou CHASE, ambos com mulheres protagonistas em cenas de ação ultra-produzidas. Não convencem… mas porquê?

A primeira vista seria a falta de veracidade. Mulheres não distribuem porradas por aí! A rigor, nem homens!! Agoram dar porrada e continuar linda, aí forçaram demais.

Não sei, sinceramente, como solucionar essa situação – se é que precisa ser solucionada… Será que há mercado/público para essas tentativas todas?!

Fui.

Turismo Broken

Posted in Bizarro, Cultura, Curiosidades, Homens, Humor, Mulheres, Sem categoria with tags , on 30/08/2010 by Ananke

Alguns membros do Broken parecem ter sido abduzidos do Blog…

Onde  estão?

Há relatos de que foram vistos  vagando sem rumo

em algumas cidades…

VELICITY VON! Sensacional!!!

Posted in Arte, Mulheres, Sexo with tags , on 24/07/2010 by Rocco

Uma atriz sensacional atinge o seu apogeu em 2010!

VELICITY VON!

Bonita e “completa”, gosta do que faz!…

Apreciem… Clicando aqui.

Os Winnili e a Bruna

Posted in Arte, Cultura, Curiosidades, História, Mulheres with tags , , , on 12/07/2010 by Darth Pinto

Os Winnili eram uma tribo que habitava o sul da Escandinávia, próxima ao rio Vindilicus, na fronteira extrema da Gália. Prosperaram, e como tinha gente pacaray, se dividiram em 3 grupos, e os mais sacudos, liderados por uma dona chamada Gandara e por seus filhos Ybor e Aio, resolveram sair por aí. Foram parar num lugar chamado Scoringa (ali pelo norte da Alemanha), que era dominado pelos Vândalos (isso mesmo, os caras que deram o nome ao adjetivo, imagina que gente boa eles eram… E ainda tinham a mania de cantar música brega e colecionar calcinhas). Os Vândalos avisaram: “Querem ficar por aqui? Ou pagam ou vai ter porrada!”

Os líderes dos Winnili, jovens e corajosos, recusaram-se a pagar tributo, alegando que seria “melhor manter a liberdade por meio das armas do que manchá-la com o pagamento de tributo.” Os vândalos então se prepararam para a guerra, consultando Godan (Odin), que lhes respondeu que daria a vitória àqueles que ele pudesse ver primeiro ao nascer do sol. Os Winnili estavam em menor número, e Gambara procurou auxílio com Frea (a deusa Frigg), que aconselhou que todas as mulheres Winnili amarrassem seus cabelos diante de seus rostos, como barbas, e marchassem ao lado de seus maridos. Assim Godan viu primeiro os Winnili, e perguntou: “Quem são estas barbas-longas?”, ao que Frea respondeu: “Meu senhor, tu lhes deu o nome, agora também lhes dê a vitória.” A partir daquele momento, os Winnili passaram a ser conhecidos como langobardi (latinizado e italianizado como lombardi - pra quem ainda não ligou, “os barba-longa”).

O que importa é que baixaram a porrada nos Vândalos, e viveram por ali muito tempo. Um dia os Romanos que já eram foda na parada apareceram e entraram em conflito. Pra variar, escacetearam os Lombardos, mas reconheceram que os Suevos (quem leu Baudolino?), como foram chamados por Tácito, lutavam com “uma selvageria incomum”.

Se estressaram com outras tribos ao redor mas mantiveram sua unidade, e foram esquecidos pelos Romanos por mais de 300 anos. Foram migrando atrás de terras melhores, e a porradaria comendo em cada lugar que chegavam, até com os Hunos, por quem foram dominados, mas depois se revoltaram e baixaram o cacete nos Búlgaros (hunos mesmo). Depois disso fundaram a primeira dinastia Lombarda, Letinga.

Quando chegaram à região da Morávia, acabaram sendo submetidos pelos Hérulos, e tinham que pagar tributos. Mais uma vez, em 508, os Lombardos se rebelaram e simplesmente varreram os Hérulos da História. Com os espólios de guerra, os Lombardos se tornaram uma potência entre as tribos germânicas. Depois disso, em 540, foram para a Panônia, onde combateram os Gépidas com subsídios do Imperador Bizantino Justiniano.

Em 560 um cabra sacudo chamado Alboíno liderou os Lombardos, junto com outras tribos germânicas, em direção ao norte da Itália (mas também porque ele estava fugindo dos Ávaros), tomando Forum Iulii e fundando o primeiro ducado lombardo. Depois foram Vicenza, Verona, Bréscia e no verão de 569, Milão (e passaram a se vestir melhor). Em 572 tomaram Pavia que se tornou a capital do reino lombardo. Foram descendo e conquistaram a Toscana, que é uma região que compreende uma porrada de províncias com nome de pizzaria, sendo a mais famosa Florença (não a pizzaria, a província, pô!).

O reino lombardo era dividido em um monte de ducados, que viviam tentando se tornar independentes. Brigavam tanto que suas cidades possuíam muros, os quais podemos ver até hoje.

***PS.: Se não me engano, está justamente nestas cidades muradas e com portões a origem do costume de se entregar as chaves da cidade à pessoas importantes.

O tempo passou e como todos sabem, por volta de 1847 o rei do Piemonte-Sardenha, Vítor Emanuel II, apoiado pelos conservadores liberais, teve sucesso quando em 1859-1861 se formou a Nação-Estado, derrotando os partidários de esquerda, republicanos e democráticos, que militavam sob Giuseppe Mazzini e Giuseppe Garibaldi (é, o Thiago Lacerda da minissérie). A desejada unificação da Itália (até então a Itália era formada de pequenos Estados, dirigidos por nações estrangeiras: França,  Espanha e Inglaterra), se deu assim sob a Casa de Sabóia, com a anexação ao Reino de Sardenha, da Lombardia, do Vêneto, do Reino das Duas Sicílias, do Ducado de Módena e Reggio, do Grão-Ducado da Toscana, do Ducado de Parma e dos Estados Pontifícios. Mas, mesmo com a vitória, as guerrilhas e discordância continuaram por longos anos, fazendo com que o sofrido povo italiano buscasse melhores lugares para se morar.

Até 1920 foram computados 105.973 italianos provenientes da região da Lombardia. Instalaram-se por aqui, cultivando terras e com o tempo dominavam desde bancas de jornais até, obviamente, pizzarias, passando pela indústria do cinema e da televisão. Um deles, famoso, era o Lombardi do Programa do Sílvio Santos, que já morreu. Outro, era um italiano mesmo chamado Ugo Lombardi, cineasta, que também já se foi. Entre algumas de suas obras eu destaco a melhor: Sua filha, Bruna Lombardi. Hoje está coroa, mas ainda show de bola…

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Fontes:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Lombardos

http://pt.wikipedia.org/wiki/Bruna_Lombardi

http://ogairtoracio.blogspot.com/2009/12/imigracao-italiana-1847-1900.html

http://www.miniweb.com.br/cidadania/personalidades/imigrantes3.html

Star Wars (1977) Deleted Scene

Posted in Cinema, Humor, Mulheres with tags on 30/06/2010 by Iron Man

A mulher e o futebol

Posted in Esportes, Mulheres, Opinião, Sem categoria with tags , , on 28/06/2010 by Ananke

                                                                                          

Dizem que “chifre é uma coisa que botam na cabeça da gente”… Mas estão botando outra coisa na nossa cabeça: a afirmação de que mulher não entende de futebol. Isso me leva a duas questões:  

 

Qual a relevancia de discutir se mulher entende ou não de futebol?                     

Por que a mulher teria que entender de futebol?

 

Durante a Copa, diversas vezes no cotidiano e especialmente na mídia, vi alguém mencionando ou fazendo graça com essa história de que mulher não entende de futebol, ou ainda enfatizando  que o interesse feminino no futebol é nas pernas e bundas dos jogadores ( reforçada pelas próprias mulheres, naturalmente). Tem também o inverso: pessoas ou  matérias tentam provar que mulher entende de futebol, como se fosse uma injustiça dizer que a mulher tem essa “falha”. As duas posturas levam ao mesmo lugar: a criação de um clichê e  a desqualificação  daquelas  mulheres que  de fato gostam e sacam de futebol. 

Deduzo então que a mulher está sendo discretamente criticada e  ridicularizada por não entender de um campo que é historicamente  masculino.  Como se a mulher tivesse agora  obrigação de tomar  seu lugar em mais um domínio masculino. 

Assisti o jogo Brasil e Portugal em uma churrascaria, com um grupo de mulheres, colegas de trabalho. Foi de longe o jogo mais animado da Copa pra mim até o momento. Muita vibração e muita gritaria ( fomos graciosamente advertidas pelo gerente do estabelecimento de que era de bom tom baixar o tom da voz…). Também ouvi de minhas colegas diversas observações e considerações táticas “dignas de um homem”. Tá legal que lá pras tantas,  quando o Julio César se machucou, alguém gritou: “Xiii… Agora vai ter que entrar o Dida…” Fiquei sem saber se era sacanagem ou não. Mas se não foi,  quem se importa?  O futebol pode ser um interesse feminino, mas não tem que ser.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 58 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: